terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Hospital e Ruas Tortura geral e Visão não grata....

Não tirei foto mais amanhã vou providenciar, mais ta um absurdo de tanto mato no Hospital HGG, por favor sabemos de tantas dificuldades que passamos mais o Hospital ficar abandonado desse jeito não aguentamos,  passei de ônibus no trajeto da Avenida José Carlos Pereira Pinto e o matagal fazia combinação com os buracos. Horrível de se ver e sentir - Seção Tortura dentro do Ônibus e visão Não Grata dentro do Pátio do Hospital - A população merece respeito e muito mato tem rato, mosquito, barata etc... dentro do Hospital ninguém merece esse tipo de visita.

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Reunião PCdoB de pré-candidatos



No último dia 30, o Partido Comunista do Brasil em Campos, reuniu seus pré-candidatos em sua sede sob o tema “Discutindo os Novos Desafios”. Na pauta foram abordadas questões como a organização partidária, movimentos sociais, comunicação e conjuntura política.
Aberta pela presidente do Partido e pré-candidata à prefeita, Professora Odete Rocha, a reunião teve como objetivo debater os temas relativos à próxima disputa institucional, partindo da estrutura partidária. Também foi exibido vídeo sobre a história do PCdoB e as lutas populares que o mesmo esteve presente em seus 90 anos de existência.
“Nossos pré-candidatos estão firmes, entusiasmados e dispostos para a disputa em 2012. Isso demonstra o compromisso em fortalecer e divulgar cada vez mais as propostas do nosso Partido na cidade, assim como o nosso crescimento e solidez nesta caminhada”, concluiu a Professora Odete.
Para o secretário de Organização, Luis Fernando Crespo, “o Partido está preparado para a disputa eleitoral de 2012 e avançou ao consolidar novas lideranças em suas fileiras”.
Ao final, todos receberam kits compostos pelo Estatuto partidário, Programa Socialista, Classe Operária e o boletim local do PCdoB.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Crateras em Campos dos Goytacazes - Manutenção e Responsabilidades




Crateras no Ponto de Embarque de ônibus em Campos dos Goytacazes - esses foram alguns pontos mais é só caminhar pela beira rio que que os buracos podem ser observados. Prevenção e cuidados devem ser com mais frequência para que não precise de mais obras grandiosas e sim da manutenção e limpeza. Fora o risco que pedestres correm diariamente. Acompanhei uma mãe com seu carrinho de bebê vindo do Fórum até o Ponto de Embarque no centro e diversas vezes tivemos que auxilia-la por causa dos buracos e falta de             acessibilidade, enfim   nesse pequeno trajeto uma série de deficiências para locomoção em ambos os lados da pista a travessia revela inúmeros empecilhos. 
Os pedestres precisam circularem em locais mais seguros, especialmente idosos, pessoas com deficiência, mães com seus filhos em carrinhos de bebê, ou quaisquer outras pessoas com dificuldade de locomoção, que sofrem com calçadas em péssimo estado.


‎"Seu maior inimigo não é o desafeto que está ao seu lado e sim o que você cria na sua imaginação. Este pode te destruir porque nunca será teu amigo ou inimigo simples mente porque não existe, somente você o criou diante de uma fraqueza". Izabel Pimentel - Vida e futuro



segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Contra o Racismo e as Desigualdades Sociais


Famílias Contemporâneas - Daniela Bogado





Parabéns Dani pelo maravilhoso trabalho e mais grata ainda por ter  contribuído de forma "impar" com sua pesquisa de doutorado. Com certeza este livro vai contribuir muito para mudar essa sociedade e transforma-la em mais justa e igualitária.
Com muito orgulho li e recomendo.
Abração...


SINOPSE
Este livro, considerando a pluralidade de entidades familiares, dá ênfase à homoparentalidade que, como uma designação de família composta por homossexuais com filhos(as), torna-se um novo paradigma de família pós-convencional que, desassociando reprodução de filiação, ressalta a socioafetividade, o que se coaduna com a emancipação sexual e a democratização familiar. No seu desenrolar, a família é refletida à luz da teoria de gênero. Aborda-se sobre a homofobia, o heterossexismo, a interiorização da dominação simbólica, a politização do privado e a cidadania. Verifica-se como as repercussões da família homoparental transparecem na mídia, ajudando a colocar questões na agenda política. Relacionam-se os Projetos de Lei e as Leis pertinentes às reivindicações do movimento LGBTTT. Ao tratar da judicialização da política e das relações sociais, analisam-se as sentenças e acórdãos referentes à adoção por casal homoafetivo, salientando a judicialização de sentimentos e o reconhecimento jurídico que tais decisões têm propiciado. Demonstra-se, por fim, as vivências homoafetivas e homoparentais que evidenciam os novos sentidos e formas de compreensão da família, assim como a sentimentalização de conceitos e a funcionalização da parentalidade.
CURRÍCULO DO AUTOR
Daniela Bogado Bastos de Oliveira - Doutora em Sociologia Política, pela Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro – UENF; Mestre em Direito, pelo Programa de Pós-graduação da Faculdade de Direito de Campos, na área de Concentração de Relações Privadas e Constituição. Advogada. Integrante do Atelier de Estudos de Gênero – UENF.
SUMÁRIO DA OBRA

INTRODUÇÃO
Homoparentalidade: uma Ruptura dos Papéis de Gênero?
I - Como Vai a Família no Brasil?
1.1 A Família está em Crise?
1.2 A Constituição Federal de 1988 como Baliza para o "Novo" Direito de Família
1.3 A Família Homoparental
II - As Relações de Gênero e a Família: a Politização do Privado
2.1 As Relações de Gênero e a Família
2.2 A Politização do Privado e as Repercussões da Homoparentalidade
III - A Homoparentalidade no Judiciário: as Decisões Favoráveis à Adoção por Casal do Mesmo Sexo
3.1 A Judicialização da Política e das Relações Sociais
3.2 As Adoções Homoparentais no Judiciário
3.2.1 Os Pareceres de Habilitação e o Posicionamento da Equipe Técnica das Varas de Infância e Juventude
3.2.2 As Decisões Judiciais
3.3 A Judicialização dos Sentimentos
IV - A Família Homoparental Vista pelos Próprios Homossexuais
4.1 Vivências Homoafetivas
4.2 Vivências Homoparentais de Adoção
4.3 Vivências Homoparentais de Famílias Recompostas
4.4 Idiossincrasias
4.5 Familiarizando com as Famílias
CONSIDERAÇÕES FINAIS
REFERÊNCIAS


segunda-feira, 21 de novembro de 2011

PCdoB avança em projeto ousado para Campos




Após sucessivas gestões públicas recebendo grandes volumes de royalties do petróleo, o município de Campos dos Goytacazes permanece com indicadores sociais lastimáveis, muitas vezes sem a oferta de serviços públicos básicos a população. Neste contexto tão instável, colocamos nossa pré-candidatura como projeto político inovador, capaz de situar Campos no rumo do desenvolvimento.

Um projeto coletivo e ousado para Campos dos Goytacazes, representado pela Professora Odete Rocha, e respaldado pela direção Estadual e Nacional do Partido Comunista do Brasil. Pois acreditamos na capacidade do nosso município em oferecer educação e saúde pública de qualidade, emprego e renda, melhor qualidade de vida para nossa população, tendo como um dos principais instrumentos a gestão participativa.

Trilhamos uma caminhada coerente, correspondendo aos anseios da população. Isso vem possibilitando o acúmulo de forças de pessoas e partidos políticos que desejam o melhor para Campos. Assim continuamos a construção deste projeto, tendo hoje como prioridade, estreitar os laços com PV, PRP, PT e PSL.

Reafirmamos nossa pré-candidatura, pois junto às forças dispostas a trilhar um novo horizonte, somos a melhor alternativa para este pobre rico município. 


Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil - Campos.

sábado, 19 de novembro de 2011

Não seja um analfabeto - INFORME-SE



Este blog é feito com carinho para amigos, seguidores e muito respeito. Acredito que informação é a base de tudo por isso divido com vocês as minhas dúvidas, tenho uma atenção especial aos movimentos sociais e estou sempre disposta a rebelar-me contra as injustiças e a discriminação qualquer que sejam elas. Sou mãe, avó, amiga, estudante, trabalhadora e principalmente amo esta cidade e diariamente tento passar esse sentimento pois de alguma forma lanço a semente do comprometimento com minha cidade. Vocês meus queridos amigos que estão diariamente comigo neste espaço, só tenho a agradecer e pedir que realmente tornem-se diferenciados porque informação é tudo, leitura te transforma, e mostra que somos capazes de PENSAR. Um grande abraço a todos que estão neste mundão maravilhoso e uma oração para os que se foram. Até segunda e um ótimo final de semana...

PF vai intimar Chevron para explicar vazamento em Campos


O delegado da Polícia Federal Fábio Scliar, chefe da Delegacia de Meio Ambiente e Patrimônio Histórico, vai intimar pelo menos seis diretores da Chevron para depor na semana que vem sobre o vazamento de óleo na Bacia de Campos.


A multinacional é responsável pela exploração de petróleo em um poço no Campo de Frade, a 183 km da costa fluminense. “Não há qualquer dúvida de que o crime ocorreu. O derramamento é oriundo da atividade de perfuração. O que me interessa agora é delimitar responsabilidades. É saber quem era o responsável. Alguns dos envolvidos estão embarcados, por isso precisamos esperar que eles sejam rendidos para que possam sair de lá.”

O delegado também vai investigar se os equipamentos usados no Campo de Frade são obsoletos e se houve perfuração além do que estava previsto no contrato de exploração. 

Importância dos royalties

O governador Sérgio Cabral disse que está preocupado com os danos ambientais que o vazamento de óleo pode causar à costa fluminense e ressaltou a importância dos recursos dos royalties para se lidar com esse tipo de problema.

“O governo do Estado vive um momento de tensão. Esse acidente é uma prova de que os estados produtores devem receber uma parte maior dos royalties. Estamos preocupados com os danos ambientais que podem ser causados por empresas e se o estado não tiver os recursos dos royalties para previnir esse tipo de acidente”, afirmou.

Em nota, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) informou que imagens submarinas feitas no dia 17 indicam sucesso no primeiro estágio de cimentação do poço da Chevron, que será abandonado. Segundo o texto, as imagens sugerem a existência de fluxo residual de vazamento, mas a mancha de óleo continua se afastando do litoral e se dispersando.




20 de Novembro - Dia nacional de consciência negra.


Jandira propõe ampliar pontos de cultura no país



A Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados aprovou, por unanimidade, emenda de autoria da deputada Jandira Feghali (PCdoB/RJ) ao Plano Plurianual (PPA) de 2012 a 2015.  
A iniciativa visa estabelecer a manutenção e a criação de mil novos pontos de cultura pelos próximos quatro anos. Trata-se, na prática, da ampliação do programa Cultura Viva, que desde 2005 gerou mais de 8 milhões de empregos distribuídos em 4 mil organizações culturais em todo o país.
A parlamentar, que preside da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cultura no Congresso Nacional, explica que embora o PPA tenha contemplado o programa Cultura Viva, que abriga projetos como os pontos de cultura, pontos de mídia livre, ação griô e o cultura digital, o texto deixou de prever a destinação de suporte para a manutenção dos atuais pontos de cultura, e tampouco incluiu previsão para ampliar o programa.
A emenda de Jandira Feghali foi incorporada à cota limite prevista para cada comissão temática permanente da Câmara dos Deputados e agora será analisada pela Comissão Mista de Planos e Orçamento Público do Congresso. A emenda da deputada Jandira foi aprovada durante a reunião ordinária da Comissão de Educação e Cultura da Câmara dos Deputados, realizada no dia 9.

Enfermagem do Rio de Janeiro terá carga de trabalho de 30 horas



A deputada estadual Enfermeira Rejane (PCdoB) conquistou mais uma vitória para a categoria. O secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Sérgio Côrtes, em atendimento à solicitação feita em reunião, anunciou que no edital do próximo concurso, a carga horária dos profissionais de enfermagem será de 30 horas semanais.
“Esta foi uma grande vitória da categoria. É a constatação de que unidos somos fortes. Nossa mobilização agora é pela “Caravana das 30 horas já”. Temos que estar presentes no ato público que vai acontecer durante a abertura da 14ª Conferência Nacional de Saúde, no próximo dia 30 de novembro, em Brasília”, afirmou.
A enfermagem é considerada a quarta profissão mais estressante, segundo dados da Health Education Authority, órgão da Inglaterra que trabalha para reduzir as desigualdades da saúde. Os profissionais geralmente são expostos a ambientes de trabalho insalubres, com alto índice de adoecimento. Faltam, tanto na rede de saúde pública como privada, condições mínimas, como materiais, equipamentos e ambiente apropriado para se prestar uma assistência digna ao usuário. Recentemente a categoria conquistou, pela portaria MS 576/2011, a jornada de até 20 horas semanais para os enfermeiros da Atenção Básica, mas auxiliares e técnicos continuam submetidos a uma árdua e injusta carga de 40 horas.
Segundo a parlamentar, “a luta pelas 30 horas vem sendo longa, mas é preciso continuar, principalmente pelas mudanças que virão com a regulamentação, entre elas, a melhoria dos atendimentos e dos cuidados oferecidos aos pacientes”.
“Defendo a aprovação do projeto de lei 2295/2000, que fixa a jornada de trabalho dos profissionais de enfermagem de todo o Brasil em 30 horas semanais; a adoção de piso salarial digno para que os profissionais não necessitem de uma dupla jornada de trabalho, e melhores condições de trabalho para uma categoria que permanece 24 horas prestando assistência à população. Essa luta não é apenas de uma classe profissional, mas de todo sociedade que almeja uma saúde de qualidade”, conclui.

O dia em homenagem à Bandeira Brasileira é 19 de Novembro.



Hino em homenagem à Bandeira:
Hino à Bandeira Nacional

Letra: Olavo Bilac

Música: Francisco Braga
Salve, lindo pendão da esperança,
Salve, símbolo augusto da paz!
Tua nobre presença à lembrança
A grandeza da Pátria nos traz.

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Em teu seio formoso retratas
Este céu de puríssimo azul,
A verdura sem par destas matas,
E o esplendor do Cruzeiro do Sul.

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Contemplando o teu vulto sagrado,
Compreendemos o nosso dever;
E o Brasil, por seus filhos amado,
Poderoso e feliz há de ser.

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!

Sobre a imensa Nação Brasileira,
Nos momentos de festa ou de dor,
Paira sempre, sagrada bandeira,
Pavilhão da Justiça e do Amor!

Recebe o afeto que se encerra
Em nosso peito juvenil,
Querido símbolo da terra,
Da amada terra do Brasil!


quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Quem paga a CONTA? Quem pagará a CONTA?





Em 1984 foi o acidente da plataforma de Enchova com a morte de 37 petroleiros.
No ano de 2000 na baia de Guanabara, 1,3 mil litros de óleo foi derramado prejudicando a fauna, a flora e a pesca deixando milhares de pescadores a míngua.
Nos últimos anos acumulo de centenas de mortes na indústria de petróleo.
O derrame de petróleo provocado pela multinacional Chevron-Texaco, na Bacia de Campos, que já dura uma semana, pode ser dez vezes maior do que o estimado pela empresa. Além de contaminar a água e o pescado da região e de colocar em risco as áreas litorâneas da Região dos Lagos, no Estado do Rio, o derrame de petróleo pode afetar a migração de baleias e de outras espécies, comum nesta época do ano.

Transparencia a População merece respeito



O programa implantado pela prefeita é garantido pelos RECURSOS dos ROYALTIES. Se for aprovada a lei de distribuição dos Royalties nada mais normal que sejam revistos a redistribuição de verbas, inclusive para esse programa. O que me faz pensar é que antes, no inicio com tanta experiência não existia a preocupação com fraudes nem com desvio de recursos, apesar da população estar constantemente reclamando do serviço de má qualidade. Mais agora com essa possibilidade dos recursos serem reduzidos, é claro que a PREFEITURA tem que se REORGANIZAR  ou seria ORGANIZAR???. Como cidadã campista e usuária da passagem de direito R$ 1,60, gostaria de ter no Portal de Transparencia e Controle Social realmente a transparencia pois nem a Câmara de Vereadores conseguem as informações necessárias. Mais os 300 mil beneficiados conforme as ultimas declarações de vereadores na Câmara, apesar de achar que esse número não é legitimo visto ao grande número de irregularidades apontadas pelos próprios experientes organizadores desse projeto, aguardam o retorno do programa completo, pois quando foi apresentado e divulgado para a população e eleitores não tinha esse "controle de limitação". Parabéns para o Programa mais quero parabenizar mais ainda quem realmente conseguir fazer essa transparencia. A população merece respeito.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Carinho de verdade pra sentir a todos que acreditam que a força do bem supera


Para todos que amo...

Apaixone-se definitivamente pelo SEU sonho
(o sonho de ninguém deve ser mais apaixonante que o seu).

Apaixone-se por sua família
(mesmo que ela não seja do jeito que você planejou, ainda assim, ela é a sua família).

Apaixone-se pelo SEU corpo
(mesmo que ele esteja fora de forma, pois de "qualquer forma" ele é a única casa que você realmente possui).

Apaixone-se pelas suas memórias mais deliciosas
(ninguém pode tirá-las de dentro de você e elas são excelentes fontes de inspiração em momentos de dor).

Apaixone-se por aquelas besteiras saudáveis que passam por sua mente entre um e outro momento de estresse (elas ajudam a sobreviver!).Apaixone-se pelas pessoas que estão ao seu lado na caminhada do dia-a-dia (a pessoa certa é aquela que está definitivamente do seu lado)


Apaixone-se pela idéia de ser verdadeiramente feliz
(felicidade encontra-se de sobra nas prateleiras de seus recursos interiores).
(Autor desconhecido)

Luto Fernanda Motta - Deus te recebe de braços abertos





A coisa mais injusta sobre a vida é a maneira como ela termina. Eu acho que o verdadeiro ciclo da vida está todo de trás pra frente. Nós deveríamos morrer primeiro, nos livrar logo disso.

Daí viver num asilo, até ser chutado pra fora de lá por estar muito novo. Ganhar um relógio de ouro e ir trabalhar. Então você trabalha 40 anos até ficar novo o bastante pra poder aproveitar sua aposentadoria. A
...í você curte tudo, bebe bastante álcool, faz festas e se prepara para a faculdade.

Você vai para colégio, tem várias namoradas, vira criança, não tem nenhuma responsabilidade, se torna um bebezinho de colo, volta pro útero da mãe, passa seus últimos nove meses de vida flutuando. E termina tudo com um ótimo orgasmo! Não seria perfeito?
Charles Chaplin



26 de outubro as 13.27

Fe como era chamada carinhosamente pelas amigas que Deus te abençoe e te ilumine sempre...Neuzimar com certeza está te aguardando para boas gargalhadas como de costume, a turma toda em breve se encontrará...
Luto 16 de novembro de 2011. 10.01

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Novembro - mês da consciência negra



 presidenta da República, Dilma Rousseff, sancionou no último dia 10  a Lei 12.519, que institui o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, a ser comemorado, anualmente, no dia 20 de novembro, data do falecimento do líder negro Zumbi dos Palmares. A resolução oficializa uma iniciativa bem-sucedida dos movimentos sociais negros, iniciada em meados dos anos mil novecentos e setenta.

Hoje, incorporado ao calendário das escolas e de muitas outras instituições públicas e privadas, o 20 de Novembro destaca-se como um evento cívico vibrante e de grande participação popular.

“As justas homenagens que prestamos a Zumbi e seus companheiros e companheiras exprimem o reconhecimento da nação às lutas por liberdade e pela afirmação da dignidade humana de africanos e seus descendentes que remontam ao período colonial”, declara a ministra da Igualdade Racial, Luiza Bairros. 

O Dia Nacional da Consciência Negra já é celebrado em 20 de Novembro e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. Apesar do ponto alto da celebração coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, a cada ano as atividades alusivas à data são expandidas ao longo do mês, ampliando os espaços dedicados à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade.

Um número cada vez mais significativo de entidades da sociedade civil, principalmente o movimento negro, tem se mobilizado em todo país, em torno de atividades relativas à participação da pessoa negra na sociedade em diferentes áreas: trabalho, educação, segurança, saúde, entre outros temas.

Neste Ano Internacional dos Afrodescendentes – instituído por Resolução da Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Nacional da Consciência Negra ganha caráter internacional. No Brasil, o ápice desta celebração será o AfroXXI – Encontro Ibero-americano do Ano Internacional dos Afrodecendentes, que acontece em Salvador, de 16 a 19 de novembro. O evento reunirá representações de países sul-americanos, caribenhos, africanos e ibero-americanos, em torno de debates acerca da situação atual desses povos nas regiões participantes.

A comemoração do 20 de Novembro como Dia Nacional da Consciência Negra surgiu na segunda metade dos anos 1970, no contexto das lutas dos movimentos sociais contra o racismo. O dia homenageia Zumbi, símbolo da resistência negra no Brasil, morto em uma emboscada, no ano de 1695, após sucessivos ataques ao Quilombo de Palmares, em Alagoas. Desde 1997, Zumbi faz parte do Livro dos Herois da Pátria, no Panteão da Pátria e da Liberdade.

PCdoB do RJ se soma à manifestação pelos royalties para o estado


Uma festa da cidadania do Rio de Janeiro. Foi nesse clima que cerca de 150 mil pessoas participaram do ato público na última quinta-feira (10), em defesa da manutenção das regras de divisão dos royalties.


Depois da caminhada da Candelária até a Cinelândia, a atriz Fernanda Montenegro leu um manifesto que afirma que “quando um direito assegurado pela justiça é ameaçado, não são apenas os fluminenses que se encontram ameaçados, amanhã outros estados podem se ver na mesma situação”.

A manifestação cobriu toda a Avenida Rio Branco. As centrais sindicais – CTB, CUT, UGT, NCST e Força Sindical – participaram do ato. Diversos partidos e sindicatos também participaram da manifestação, que contou com caravanas de todo o estado do Rio. Na Cinelândia, artistas se apresentaram e defenderam o Rio de Janeiro. 

O manifesto, lido pela atriz Fernanda Montenegro, afirma que “o debate a respeito dos royalties, um direito assegurado pela constituição brasileira, não é uma mera questão, por essa razão o Rio de Janeiro está nas ruas. Quando um direito assegurado pela justiça é ameaçado, não são apenas os fluminenses que se encontram ameaçados, amanhã outros estados podem se ver na mesma situação. O direito aos royalties nunca foi um ato de generosidade para os estados produtores, significa um reconhecimento pela justiça dos impactos econômicos, mas agora, por conta de uma cobiça, tudo isso é desprezado. No caso do Rio de Janeiro isso significará apenas para o ano que vem a perda de R$ 3 bilhões para a economia fluminense, dinheiro que representa o pagamento de aposentados, pensionistas, investimentos sociais, obras de infra-estrutura e saneamento, entre outros”. 

O governador do Rio, Sérgio Cabral, disse ter certeza de que a presidenta Dilma Rousseff vetará o projeto que redistribui os royalties do petróleo, aprovado no Senado e que tramita na Câmara dos Deputados. 

O PCdoB marcou grande presença no ato, com bandeiras e faixas. Para a presidente do PCdoB-RJ, Ana Rocha, “mais uma vez o Rio de Janeiro foi às ruas em defesa do estado, do seu futuro, do seu desenvolvimento, da geração de emprego e renda. Estamos conscientes que o Rio não pode dar um passo atrás e hoje juntamos as mãos em todo o estado”. 

Com informações da Sucursal do RJ

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Denuncie antes que não de tempo


Familia pense, respire, pense...


A verdadeira felicidade está na própria casa, entre as alegrias da família.
Paz e harmonia: eis a verdadeira riqueza de uma família.
Toda a doutrina social que visa destruir a família é má, e para mais inaplicável. Quando se decompõe uma sociedade, o que se acha como resíduo final não é o indivíduo mas sim a família.
Apenas em torno de uma mulher que ama se pode formar uma família.
frases de familia 2 Frases de FamíliaA família é a fonte da prosperidade e da desgraça dos povos.
Tenho irmãos, pai, mas não tenho mãe. Quem não tem mãe, não tem família.
É fácil amar os que estão longe. Mas nem sempre é fácil amar os que vivem ao nosso lado.
No início, os filhos amam os pais. Depois de um certo tempo, passam a julgá-los. Raramente ou quase nunca os perdoam.
As famílias felizes parecem-se todas; as famílias infelizes são infelizes cada uma à sua maneira.
Se você passar por uma guerra no trabalho, mas tiver paz quando chegar em casa, será um ser humano feliz. Mas, se você tiver alegria fora de casa e viver uma guerra na sua família, a infelicidade será sua amiga
Família, tu és a morada de todos os vícios da sociedade; tu és a casa de repouso das mulheres que amam as suas asas, a prisão do pai de família e o inferno das crianças.
O génio só pode compensar o defeito de provir de uma família não deixando nenhuma.
Professorinha maluquinha

Palco para ato em defesa dos royalties é montado no Centro do Rio


Foto de Alex Ribeiro/Agencia do Estado
O palco que será usado na manifestação contra as novas regras de distribuição dos royalties começou a ser montado nesta quarta-feira (9), na Cinelândia, no Centro do Rio. A concentração de público está prevista para as 15h, na Candelária, de onde a passeata terá início, às 17h, seguindo até a Cinelândia.
Os royalties são tributos pagos pelas empresas aos estados de onde o petróleo é extraído, como o Rio de Janeiro e o Espírito Santo. A nova proposta já aprovada pelo Senado prevê a diminuição do repasse aos estados produtores e um aumento para os que não produzem o óleo.
Na quinta-feira, dia do protesto, as repartições públicas estaduais e municipais terão ponto facultativo a partir das 14h, segundo a assessoria do governo do Rio. A SuperVia, concessionária responsável pelo serviço de trens no Rio, e barcas vão distribuir passagens gratuitas das 13h às 15h.
O metrô também não vai cobrar passagem das 13h às 15h, para que as pessoas possam ir ao evento, e ao final do protesto, das 20h às 22h, em quatro estações: Cinelândia, Presidente Vargas, Carioca e Uruguaiana.

domingo, 6 de novembro de 2011

Mais vida militante para um Partido do tamanho de nossas ideias















Deveres para todos, direitos para alguns


Após a Prefeitura ter índice de fraudes no transporte coletivo de Campos tomou a postura de restrição para quatro viagens por dia com o Cartão Cidadão  e é claro que isso não agradou aos usuários do transporte coletivo em Campos. 
Então deixa eu entender dois casos:  uma professora que mora no Aeroporto e precisa ir trabalhar no Parque Prazeres ela  já gasta as quatro passagens se precisar ir ao HGG ou UPA de acordo com a escolha dela por direito irá ter que completar mais 01 ou 02 passagens por dia para ir para casa. Já a Maria que é doméstica e por concidência mora no mesmo bairro da professora e também teve um problema de saúde, também gastará mais 01 ou 02 passagens como a amiga professora. Isso causa uma indignação. Ainda bem que nenhuma das duas fazem faculdades à noite.
Mais o próprio vereador Jorge Magal afirma que está bom demais o uso limitado do cartão porque estava sendo usado por mais de 10 vezes por dia, segundo denúncia da RioCard. “Achei certa a medida do governo, pois quatro vezes está bom demais. O cidadão vai trabalhar, pode ir a casa almoçar e voltar para casa utilizando o cartão quatro vezes”, afirmou o VEREADOR JORGE MAGAL.
De acordo com a Emut, o programa Campos Cartão Cidadão beneficia mais de 300 mil usuários de transporte coletivo regular com a Passagem a R$ 1 e compensa as 14 empresas que prestam serviço com o repasse de subsídios.
 Fonte: Campos Noticias
Pensa que ficou por ai o meu raciocínio????????? não ainda tem novidades,  a Secretaria de Educação começou a entregar nesta quinta dia 03/11 as carteirinhas que irão minimizar os problemas das professoras da rede municipal de Ensino. Para isso elas devem retirar suas carteirinhas na direção da própria escola em que atuam, não esqueça cadastrem-se professoras municipais que são 4.718 e as 121 contratadas.  O Vale Educação é um passe livre que garante aos professores da rede, livre acesso nos ónibus das empresas com permissão ou concessão do município. O passe garante o deslocamento da residência do professor para a unidade escolar e vice-versa.
Não sei se pessoal de apoio também recebe, mais o importante que a professora acima mencionada terá seu problema resolvido, a doméstica infelizmente não. Tomara que essa professora que mencionei seja do Município senão taí mais um problema porque as PROFESSORAS DO ESTADO não terão direito.
Deveres para todos, direitos para alguns...

Educação abre inscrições para contratos temporários

Mais um capitulo a ser discutido em breve...



Imprensa brasileira de LUTO e Sindicato dos Jornalistas responsabiliza a TV


O Sindicato dos Jornalistas do Rio de Janeiro responsabilizou a TV Bandeirantes pela morte do repórter cinematográfico Gelson Domingos, de 46 anos, ocorrida hoje (06). Ele foi atingido no peito por um tiro de fuzil durante a cobertura de uma operação da Polícia Militar contra o tráfico de drogas na favela de Antares, em Santa Cruz, na zona oeste da cidade.
Gelson Domingos, que também trabalhava na TV Brasil, usava um colete à prova de balas, mas o projétil ultrapassou a proteção. Para a presidenta do sindicato, Suzana Blass, a morte do cinegrafista foi uma tragédia anunciada, porque os coletes fornecidos pelas empresas de comunicação não resistem a tiros de fuzil. Ela disse que o sindicato pode recorrer à Justiça para obrigar a Bandeirantes a amparar a família de Domingos.
“Isso [o colete] é uma maquiagem. Os coletes não oferecem segurança para o profissional porque não protegem contra os tiros de fuzil, a arma mais usada pelos bandidos e também pela polícia no Rio. E as emissoras só dão o colete porque a convenção coletiva de trabalho estabeleceu que o equipamento é obrigatório em coberturas de risco."
Suzana Blass disse que o sindicato propôs às empresas de comunicação a criação de uma comissão de segurança para acompanhar a cobertura jornalística em situações de risco, mas que a proposta não foi aceita. “Sabemos que as condições oferecidas são precárias, mas as empresas alegam que a comissão seria uma ingerência no trabalho delas e que iriam sugerir um outro formato, mas até agora nada ofereceram."
“Também  já pedimos que as empresas de comunicação façam um seguro diferenciado para as coberturas de risco, mas elas responderam que já protegem seus funcionários e classificaram a proposta do sindicato como uma interferência em seu trabalho”, acrescentou Blass.
Outro problema, segundo ela, é que muitas empresas contratam operadores de câmera externa para exercer a função de repórter cinematográfico, porque os salários são menores, o que acarreta em prejuízos no resultado do trabalho.
Para Suzana Blass, além da falta de condições de trabalho, o profissional de comunicação convive diariamente com uma questão cultural, pois está sempre em busca da melhor imagem. “Com isso, ele acaba aceitando o trabalho sem pensar no risco que vai correr, sem pensar na necessidade de se prevenir contra os acidentes e também para não ficar com fama de "marrento" caso se recuse a cumprir a pauta."
Pela TV Brasil, o cinegrafista Gelson Domingos e o repórter Paulo Garritano ganharam, no ano passado,  menção honrosa na 32ª edição do Prêmio Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, na categoria TV Documentário, com a série sobre pistolagem no Nordeste, exibida no programa Caminhos da Reportagem.http://noticias.uol.com.br/cotidiano/2011/11/06/
Fica aqui registrado nosso mais puro lamento e tristeza por Gelson, familia e todos da imprensa que mesmo arriscando a vida nos proporciona o principal: INFORMAÇÃO.
Muita tristeza neste momento...

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Unhas maravilhosas - Tem estilo???????? escolha












Hospital recruta voluntários para testar droga contra HIV




São Paulo - O hospital estadual Emílio Ribas abriu recrutamento de pacientes com HIV para avaliar uma nova droga que poderá ajudar aqueles que não estão reagindo ao tratamento atual. O processo de seleção dos voluntários para participar desta pesquisa se estenderá até o mês de janeiro de 2012.
Poderão participar do estudo pacientes com HIV, maiores de 18 anos, e que apresentam multiplicação do vírus HIV, mesmo com o uso correto dos medicamentos convencionais. Ou seja, que apresentam resistência do vírus HIV aos atuais antirretrovirais, e que ainda não usaram medicamentos inibidores da integrase, como o Raltegravir.
As vagas são limitadas. Os pacientes interessados devem levar exames recentes e procurar a equipe do "hospital-dia" do Emílio Ribas, no 2º andar da unidade, de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Mais informações pode ser obtidas pelos telefones (11) 3896-1285; 3896-1213; 3085-7059. O hospital estadual Emílio Ribas fica na avenida Dr. Arnaldo, 165, Cerqueira César, zona oeste da capital paulista.

Consumo de drogas é tema de PL da Enfermeira Rejane



Atenta ao crescente número de jovens consumidores de drogas lícitas e ilícitas, a deputada estadual Enfermeira Rejane (PCdoB) apresentou projeto de lei que determina aos hospitais, postos de saúde e clínicas públicas ou privadas, que comuniquem aos órgãos públicos e registrem em um cadastro as ocorrências com crianças e adolescentes que tenham sido atendidas nos setores de emergência por consumo excessivo de álcool ou por uso de drogas.
Pela proposição, caberá aos órgãos públicos a apuração e circunstâncias dos fatos, estabelecendo responsabilidades pelo ocorrido e a decisão sobre as medidas cabíveis, de acordo com a lei vigente e o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Prevê também que os conselhos tutelares deverão acompanhar durante um ano a evolução social, escolar e familiar da criança ou adolescente, vítima do consumo excessivo de álcool ou por uso de drogas, desenvolvendo ações positivas.
Em caso de descumprimento por parte da unidade médica, o infrator estará sujeito ao pagamento de multa no valor de 500 UFERJs, o equivalente a R$ 47.260. Se houver reincidência, o valor dobra, passando para R$ 94.520.
“O uso de drogas constitui um grave problema de saúde pública, com sérias consequências pessoais e sociais no futuro dos jovens e de toda a sociedade. A adolescência é um momento especial na vida do indivíduo. Nessa fase, o jovem não aceita orientações, pois está testando a possibilidade de ser adulto, de ter poder e controle sobre si mesmo. É um momento de diferenciação em que "naturalmente" afasta-se da família e adere ao seu grupo de iguais. Se esse grupo estiver usando drogas, o pressiona a usar também. Ao entrar em contato com drogas nesse período de maior vulnerabilidade, expõe-se também a muitos riscos. O encontro do adolescente com a droga é um fenômeno muito mais frequente do que se pensa”, argumenta a deputada

Maria da Penha e Jandira analisam avanços e desafios da lei que completa 5 anos.



Em cinco anos de vigência, a lei nº 11.340/06, conhecida como Lei Maria da Penha, se consolidou como instrumento fundamental para coibir a violência doméstica e punir com mais rigor os agressores. Antes dela, os casos eram julgados pelos juizados especiais e, invariavelmente, os acusados recebiam como pena o pagamento de cestas básicas. A lei definitivamente pegou. Nosso esforço, agora, é para que seja efetivamente cumprida em todos os municípios do país.
A violência contra a mulher desconhece as barreiras geográficas, étnicas, religiosas, de classe ou de instrução. Somente no Brasil, cinco mulheres são agredidas a cada dois minutos. Isso significa que pelo menos 7,2 milhões de brasileiras com mais de 15 anos de idade já sofreram algum tipo de violência doméstica. Para cada cem mulheres assassinadas, 70 o são no âmbito de suas relações.
Por meio de medidas protetivas às mulheres em situação de risco, os agressores considerados mais violentos têm sido afastados do lar. Hoje, a lei é nacionalmente conhecida
Internacionalmente, a Lei Maria da Penha foi reconhecida pelo Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher como uma das três leis mais avançadas do mundo, entre 90 países que têm legislação sobre o tema.
Para que uma lei tão importante como essa seja realmente cumprida, o poder público deve atuar em harmonia. Não basta apenas existir, ela precisa ser plena e corretamente aplicada em todos os locais do nosso país.
Por um país menos violento e mais respeitoso com suas mulheres, fica aqui o nosso apelo: Lei Maria da Penha — cumpra-se!

** Maria da Penha é farmacêutica bioquímica, mestre em parasitologia pela USP, vítima de violência doméstica e homenageada no nome da lei
Fonte: Folha de S.Paulo